ÀS SEXTAS-FEIRAS, PRESENÇA OBRIGATÓRIA! ;)

quinta-feira, 4 de março de 2010

Gelado simples

Nos dias em que um gelado custava muito menos do que hoje, um rapazinho de 10 anos entrou no café de um hotel e sentou-se numa mesa. Uma empregada de mesa trouxe-lhe um copo de água.
"Quanto custa um gelado de taça?" perguntou o rapazinho.
"Cinquenta cêntimos," respondeu a empregada.
O rapazinho tirou do bolso uma mão cheia de moedas e contou-as.
"Bem, quanto custa um gelado simples?" perguntou ele.
A esta altura já mais pessoas estavam à espera de uma mesa e a empregada começava a ficar impaciente.
"Trinta e cinco cêntimos," respondeu ela com brusquidão.
O rapazinho contou novamente as suas moedas.
"Vou querer o gelado simples." Respondeu ele.
A empregada trouxe o gelado, colocou a conta em cima da mesa e afastou-se.
O rapazinho terminou o seu gelado e foi-se embora.
Quando a empregada foi levantar a mesa começou a chorar. Em cima da mesa, colocado delicadamente ao lado da conta, estavam 3 moedas de cinco cêntimos...
Ele não podia comer o gelado cremoso porque queria ter dinheiro suficiente para deixar uma gorjeta à empregada.

:) dá que pensar!

4 comentários:

Rafaela Estival disse...

Seria uma forma singela de humildade e generosidade? Ah! Se todos tirassem do proprio bolso 00,5 centavos (moeda brasileira) que fosse e exercesse o bem ao proximo. Equivocamo-nos ao pensar que devemos possuir milhoes para poder ajudar. As vezes, ou quase sempre, o que mais vale nao se paga em dinheiro.

sereia disse...

UIiii, foi profunDOOO.

nÃO estava à espera deste final...
:)...a pensar ;)



ps: hoje lembrei de ti, e vim cá...pronto

->inspirei-me num pensamento de um famoso que aqui tinhas num dos teus post´s.

beijoca

continuando assim... disse...

convite para seguir a história de Alice, lá no
... continuando assim....

já começou !
espero que goste

bj
teresa

Girl in the Clouds disse...

Dá que pensar sim!