ÀS SEXTAS-FEIRAS, PRESENÇA OBRIGATÓRIA! ;)

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

A Bela e o Paparazzo

Um filme português que vale a pena ver, muito divertido e que, na minha opinião, pode ser um ponto de viragem no cinema português, pois foge aos dramas e à melancolia a que já nos estavam a habituar e presenteia-nos com uma comédia romântica. Penso que ainda não se pode falar de uma comédia romântica de grande qualidade, mas vale bem a pena ir ver! Além de nos divertir também passa ao expectador uma mensagem sobre o impacto da comunicação social na nossa sociedade. Há aspectos a melhorar para se poder competir com as comédias românticas feitas lá fora mas estamos no bom caminho. ;)

10 comentários:

zir disse...

Ainda não vi, mas dentro dos filmes portuguêses tem ar de ser giro.
Beijinho *

Pinkk Candy disse...

tenho que esperar que saia em dvd! =)

xoxo

Miudaaa disse...

Vai para a minha lista de "filmes a ver" aliás já lá estava e hoje com a tua ajuda reforçei o querer :)

Jojo disse...

Olá Catherine!
Um filme que quero ir ver mas ainda não tive oportunidade. Parece-me ser uma lufada de ar fresco no panorama cinematográfico português onde os filmes são normalmente sombrios e nostálgicos.

Bjokas*

Leila Reis disse...

O António-Pedro é um senhor, de facto. E segundo o próprio, tenta fazer filmes guiando-se pelos grandes mestres americanos, e acho que tem conseguido superar a tarefa.

Vera disse...

Estou sempre a ouvir falar bem deste filme! =) Estou a ficar curiosa! Está na lista de espera... =)

Rosie disse...

estou ansiosa por ver este filme.. não sou nada de filmes portugueses mas este... tem mesmo bom aspecto ;)

sereia disse...

fui ver mal saiu e GOSTEI MESMO!!!
na altura fartei-me de fazer pub no meu blog.
Vale a pena ver... dá para rir um pouco, tem boa energia.

Clumsy Girl disse...

é um filme para ver... Eu acho que os filmes portugueses tem um grande defeito, exageram muito nas asneiras...

Anónimo disse...

eu não gostei do filme. Pareceu-me mais um aglomerado de publicidades do que "um filme". é uma pobreza e alimenta os pobres, em vez de lhes dar riqueza. é um filme que demonstra como Portugal quer ser como os grandes: um país de consumistas, onde o poder é comercial, fútil, e não humano.